Decoração

Como usar cavalete na decoração

O mundo do design consegue como ninguém transformar objetos e repaginá-los. Se antigamente o cavalete era lembrado apenas como um item necessário na construção, hoje em dia essa imagem ficou para trás e o artigo passou a fazer parte da decoração de muitas residências. Leve, prático e versátil, ele traz descontração para qualquer ambiente, dos mais classudos aos moderninhos.

Seja para economizar ou para dar um toque especial, a peça se mostra versátil e aplicável em mesas e suportes de qualquer ambiente. Fabricado em materiais como madeira e metal, a peça é ideal para dar destaque, modernidade e, não há como negar, deixa a decoração linda.

Confira algumas para incorporar o cavelete da melhor maneira e renove a sua decoração de forma funcional.

O tampo certo para cada ambiente

Utilizado nos mais variados cômodos, o cavelete inserido na decoração é extremamente versátil e personaliza o ambiente. A peça pode tornar sua sala ou home office um espaço mais descontraído ou sofisticado. Tudo vai depender da composição e dos materiais utilizados. E nessas horas o tampo escolhido faz toda a diferença.

Para um visual mais minimalista opte pelo tampo de vidro. Ele pode ser utilizado especialmente em home offices funcionando como escrivaninha ou porta-trecos. Tampos em vidro deixam o conjunto mais leve, além de destacarem ainda mais os cavaletes usados como apoio, principalmente, as peças de madeira.

Como- usar-cavalete- na- decoração-2

á o tampo de madeira é o mais versátil, servindo para mesas de jantar, de escritório ou do hall de entrada. Suportes em madeira trazem aconchego, e podem ser coloridos, adesivados e decorados da forma que você preferir. O tipo de madeira escolhido para o tampo também influencia no resultado final, podendo rejuvenescer o ambiente ou deixá-lo mais romântico e retrô. Madeiras de demolição, por exemplo, são perfeitas para criar um visual rústico.  Não dá para resistir!

Como- usar-cavalete- na- decoração-3

 

Como escolher o cavalete correto.

Antes de escolher o tampo, procure saber o peso suportado pelos seus cavaletes. Lembre-se que, além do tampo, ele receberá um computador, uma máquina de costura, ou qualquer outro item que irá somar alguns kgs sobre os apoios. Assim você monta um cantinho bonito e seguro para fazer suas atividades. Alguns cavaletes para mesa de vidro, por exemplo, são capazes de tolerar até 150kg.

Como- usar-cavalete- na- decoração-4

 

Outro detalhe que precisa ser visto na hora de escolher o tampo para o cavalete de mesa é a largura e altura. O tampo não pode exceder nem ficar muito pequeno em relação a sua base. Exija do fornecedor do cavalete para mesa que ele informe o peso suportado pelo produto e quais as medidas ideais que a superfície que ficará sobre ele deve ter.

Cheque também se o cavalete para escrivaninha tem altura condizente com o da pessoa que o utilizará, Lembre-se que os braços precisam estar em uma relação de 90º graus entre a cadeira e o cavalete para escrivaninha para não prejudicar a coluna.

Quais as opções de utilização do cavelete.

De madeira, colorido, com gavetas, com design inovador. O que não vai faltar é opção de escolha. Tudo vai depender da sua necessidade e as ideias criativas que estão em sua cabeça. Um espaço inspirado em tendências românticas, por exemplo, fica perfeito com cavalete branco e tampo na mesma cor.

Já o cavalete para mesa com gavetas, por exemplo, é perfeito para quem utiliza o móvel para trabalho e precisa guardar diversos apetrechos no final da atividade. Assim, tudo fica reunido muito proximamente, já prontos para a próxima.

Como- usar-cavalete- na- decoração-5

A decoração descontraída e jovem, por sua vez, se torna mais harmônica com um cavalete colorido feito em metal. Espaços modernos combinam com transparência e tonalidade básica, portanto um cavalete preto, branco ou prata e um tampo fabricado na transparência do vidro são perfeitos para isso.

Com o item você poderá promover uma verdadeira renovação no ambiente, transformando de vez a cara e o clima do seu décor.

Artigo anterior

Aprenda como compor uma parede de quadros

Próximo artigo

Afinal, vale a pena dividir a internet com o vizinho?

Meu Imovel Ideal

Meu Imovel Ideal

Não há comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>